Huma

10 razões relevantes para reconhecer o valor da equipe

Mercado
19/06/2012

Todos nós sabemos que quando uma empresa contrata um profissional, espera-se que ele ofereça o melhor de si e agregue resultados significativos para o negócio. Logo após à contratação é comum que o colaborador fique entusiasmado, afinal ele conquistou uma oportunidade para mostrar o seu valor. Por outro lado, com o passar do tempo essa empolgação pode diminuir e levar o funcionário à chamada zona de conforto. Obviamente que muitas pessoas caem nessa "armadilha" por razões pessoais, mas também é salutar lembrar que as empresas e, principalmente, os gestores podem estimular diariamente os membros das suas equipes. E não são apenas os bônus ou as premiações que motivam os profissionais. Um elogio feito após um trabalho bem conduzido faz bem a qualquer um que deu o melhor de si para a concretização daquela atividade. Abaixo, destaco algumas razões para que as organizações e as lideranças sempre tenham a preocupação de reconhecer a entrega e o comprometimento das pessoas que formam seus times.

1 - Retenção de talentos - Um colaborador que atua em uma empresa que reconhece o esforço da equipe e a entrega individual pensará duas vezes antes de "migrar" para outra organização. Isso ocorre porque quando o indivíduo vê seu esforço valorizado, as chances de criar laços com aquela companhia tornam-se significativas.

2 - Atração de novos profissionais - Uma empresa que valoriza o capital intelectual além de reter seus talentos torna-se o "sonho de consumo" de outros profissionais. Ou seja, quando uma oportunidade surge, o número de bons candidatos para concorrerem a uma determinada vaga sempre é relevante. O velho ditado popular "Quem está dentro não quer sair e quem está fora quer entrar", cai perfeitamente.

3 - Superação de desafios - Toda vez que é reconhecido pela empresa ou por seu gestor, quando ele realiza um bom trabalho, é natural que o profissional sinta-se estimulado ao receber novos desafios. Isso acontece porque ele sabe que cada vez que se entrega, seu esforço não passará despercebido e tampouco se sentirá apenas mais um número na folha de pagamento.

4 - Motivar outros profissionais - Ao reconhecer o valor do colaborador, indiretamente a organização também motiva os outros profissionais. Um bom exemplo, uma boa atitude sempre são perceptíveis aos olhos das pessoas e ao valorizar os seus colaboradores, mesmo que não faça "propaganda" a empresa pode ter a certeza de que essa notícia não ficará guardada em um baú e contribuirá para a construção de uma boa imagem institucional junto ao público interno.

5 - Proximidade com a equipe - Quando a organização ou a liderança valoriza o profissional que, todos os dias, dá o melhor de si para que o negócio obtenha êxito, é natural que o distanciamento entre as hierarquias diminua naturalmente. Suponhamos que um líder tenha a preocupação de comemorar com sua equipe cada vez que essa atinge ou ultrapassa alguma meta. Um simples ato como, por exemplo, saborear uma torta com os liderados para celebrar o encerramento de um mês de conquistas pode tornar-se um diferencial para uma gestão de equipe.

6 - Aumento do desempenho - Profissionais que são reconhecidos, valorizados pelo esforço e pelo trabalho que desempenham sentem-se motivados. É sabido que colaboradores satisfeitos apresentam uma performance muito melhor, pois não consideram suas atividades uma obrigação, mas sim uma realização pessoal.

7 - Desenvolvimento à vista - Quando o talento está satisfeito com suas atividades, ele se torna propenso ao desenvolvimento d novas competências, sejam essas técnicas ou comportamentais. Quando isso acontece, ganha o profissional e a organização que contará com um colaborador que tem significativas chances de ser tornar um diferencial.

8 - Redução do absenteísmo - Para muitas empresas, o índice elevado de absenteísmo é uma preocupação constante. O que poucas param para avaliar é quais são os reais motivos que levam os profissionais a se ausentarem do trabalho durante parte do expediente ou mesmo a faltarem. Dentre as razões que contribuem para o absenteísmo está a falta de valorização do funcionário pela empresa, uma vez que com o passar do tempo a pessoa perde o estímulo de fazer parte daquela "equipe". Mas, quando a situação é inversa e as pessoas são valorizadas, as chances dos colaboradores perderem o estímulo de atuar na companhia são reduzidas.

9 - Queda do presenteísmo - Valorizar o profissional também impacta diretamente no presenteísmo - situação em que o funcionário está fisicamente presente no ambiente de trabalho, mas não produz o que deveria porque sua atenção está desviada para outra ação ou lugar. Dificilmente uma organização que reconhece a entrega do funcionário depara-se com esse tipo de problema, pois cada dia de trabalho é considerado um desafio, um estímulo para o profissional. O talento encontra sentido para aquilo que faz e utiliza o tempo que está na empresa para produzir e se desenvolver.

10 - Melhoria do clima organizacional - Talentos valorizados correspondem a pessoas satisfeitas. Isso, por sua vez, contribui significativamente para que o clima organizacional da empresa seja propício para o comprometimento das pessoas, superação de limites e surgimento de um ambiente favorável à criatividade.

 

Essa dica foi publicada no RH.com.br, em 12/06/2012

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/