Huma

Adote o Casual Day: tire folga da gravata e do blazer

Mercado
12/01/2010

 

Dependendo da função e do próprio ambiente de trabalho, muitos profissionais se veem obrigados a usar roupas "pesadas" como paletó, gravata, saias justas, blusas de mangas compridas e outras peças nem sempre confortáveis como sapatos fechados ou, então, altos. No início do expediente até que a pessoa pode se sentir elegante, mas ao final do dia, certamente os saltos clássicos que dão elegância às mulheres ou os nós juntos aos colarinhos das camisas engomadas começam a ficar desconfortáveis. Hoje, muitas organizações adotam o Casual Day - uma prática que surgiu no final da década de 70, nos Estados Unidos.

Na oportunidade, o objetivo das empresas foi o de diminuir o nível de estresse e melhorar a performance dos trabalhadores, dando a eles a chance de usarem uma vez por semana roupas mais confortáveis. No entanto, antes de instituir o Casual Day é preciso que a organização, principalmente através da área de Recursos Humanos faça uma campanha de conscientização junto aos profissionais. Confira algumas dicas que podem ajudá-lo a implantar essa iniciativa.

1 - Antes de instituir o Casual Day, faça uma campanha para que todos os profissionais entendam que usar roupas descontraídas não significa que poderão exagerar no visual.

2 - Para explicar a finalidade da implantação dessa iniciativa, recorra ao apoio dos gestores para que esses se tornem agentes disseminadores da proposta do Casual Day.

3 - Para informar os funcionários sobre a prática do Casual Day, é aconselhável contar com os canais de comunicação interna que a empresa disponibiliza como, por exemplo: e-mail corporativo; intranet, impressos ou murais.

4 - Geralmente, as empresas escolhem a sexta-feira para instituir o Casual Day, pois a maioria das pessoas espera o final de semana para sair com os amigos ou com a família.

5 - É aconselhável definir o que pode ou não ser usado durante o Casual Day. Peça aos gestores que façam reuniões com os liderados, para que eles sejam estimulados a falar sobre o assunto. Há empresas que promovem reuniões coletivas e aproveitam a oportunidade para ouvir dos colaboradores quais as roupas que devem ou não fazer parte do Casual Day.

6 - Uma vez instituído, o Casual Day deve "valer" para todos. Não importa a idade, a função que a pessoa exerça. Inclusive, essa prática estimula as pessoas a fortalecerem a integração.

7 - Deve ficar claro que as pessoas devem respeitar o "gosto" dos colegas. Se a empresa adota roupas formais é possível que alguém goste de usar uma roupa com estampas fortes. Isso pode causar um impacto visual em um primeiro momento, mas se o vestuário estiver compatível com um dia informal, não há problema algum que alguém use uma blusa "verde limão", desde que não seja transparente e nem tenha um decote exagerado.

8 - Se alguma reunião com um cliente solicite aos colaboradores que forem participar do que usem roupas formais, principalmente se o encontro for externo.

9 - Quando a empresa instituir o Casual Day e for da rotina da mesma receber, por exemplo, executivos que tenham culturas consideradas rigorosas, eles podem achar estranho encontrar os funcionários vestindo roupas "lights". Por isso, peça a quem receber essas visitas que explique a prática da empresa em tornar o ambiente de trabalho um pouco descontraído.

10 - Como em qualquer outro processo que seja adotado, é importante que a área de RH tenha um feedback dos colaboradores em relação ao que foi adotado. Para isso, o profissional de RH pode adotar ações simples como: promover uma enquete, através da intranet; colocar uma caixa de sugestões em um local estratégico da empresa para que os profissionais possam expressar suas opiniões por escrito, mas sem identificação; ou, ainda, utilizar a eficaz comunicação face a face, através de conversas informais.

Essa matéria foi publicada no site RH.com.br, em dezembro de 2009.

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/