Huma

Ambiente de trabalho influencia a produtividade

Mercado
25/05/2011

Você já parou para pensar como é o seu ambiente de trabalho e como ele deveria ser? Pois pare e pense, pois a insatisfação profissional pode estar ligada a um ambiente desmotivador, com equipamentos ultrapassados, decoração desagradável, condições ergonômicas inadequadas, entre outros fatores que acabam afetando a produtividade, a saúde e até mesmo o relacionamento interpessoal na empresa.

Para gestores e especialistas, oferecer condições de trabalho condizentes com as atividades que o profissional desenvolve e manter um ambiente físico agradável é essencial, pois não há economia que valha ter um profissional desmotivado na empresa.

O coordenador de tesouraria da NET, Rogério Julio da Silva, explica que o avanço da tecnologia tornou mais fácil e barato adquirir computadores, celulares e equipamentos em geral. Já um colaborador desmotivado representa muito mais custo para a empresa. “A companhia investiu em treinamento e, se esse indivíduo se desligar, a empresa terá que contratar outro profissional para a mesma função, treiná-lo, prepará-lo e tudo isso é mais custo”, comenta.

Para o consultor de RH Laerte Leite Cordeiro, o ambiente ideal de trabalho precisa ser compatível com o tipo de atividade desenvolvida, com o nível sócio-cultural das pessoas envolvidas e com a tradição da organização. “Certamente um ambiente de trabalho constantemente escuro, abafado, quente, com equipamentos velhos e obsoletos prejudicará o rendimento das atividades”, afirma. Por outro lado, funcionários motivados geram resultados acima da média. “Tudo o que a empresa puder fazer para aumentar a motivação, oferecendo um ambiente sadio e confortável, é válido”.

O consultor Mauro Hollo comenta que, além de menor rendimento, um ambiente de trabalho desagradável pode acarretar malefícios psíquicos para o profissional. “Um ambiente ruim reduz a autoestima e favorece a desmotivação e a desorganização”, observa.

Luminosidade e ergonomia

A organizadora de ambientes da Inside Organizer, Giseli Fernandes, explica que o ambiente deve, pelo menos, ser arejado e ter boa luminosidade. A decoração e a distribuição dos computadores e móveis podem seguir a identidade visual da empresa, desde que a ergonomia seja adequada. Ela acrescenta que a armazenagem correta dos materiais utilizados pela empresa ou escritório favorece a rotina diária dos colaboradores e proporciona maior bem-estar.

Giseli lembra, entretanto, que é fundamental a participação dos colaboradores para manutenção do ambiente. “Com poucos minutos por dia as pessoas podem conservar a organização do local, mantendo o espaço de trabalho organizado e evitando o acúmulo de materiais desnecessário”, ensina. A organizadora lembra que, caso a empresa tenha políticas ou programas como os de reciclagem, é fundamental que cada um contribua para adoção das práticas.

Para a arquiteta e decoradora Luciana Tomas, um ambiente prazeroso para trabalhar pode ser baseado no Feng Shui – arte chinesa que cria ambientes harmoniosos. “O Feng Shui frisa o bem-estar das pessoas”, ressalta.

Essa notícia foi publicada no Canal RH, em 18/05/2011.

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/