Huma

Conheça o novo modelo de gestão empresarial: a Investigação Apreciativa

Mercado
17/11/2009

 

Trabalhar em equipe nem sempre é uma tarefa fácil. O profissional tem de estar preparado para lidar com diferentes tipos de pessoas, além de enfrentar e resolver problemas diários.

Para tentar solucionar estes conflitos, as empresas recorrem a diversos meios, como atividades em grupo e incentivos à comunicação.

Mas um novo método, nomeado de Investigação Apreciativa, se diferencia dos demais porque tem como foco principal promover mudanças por meio da valorização dos aspectos positivos dos colaboradores.

Novo método

De acordo com a consultora americana Jeannette Cabanis Brewin, a maioria dos métodos existentes tenta solucionar os problemas descobrindo a causa e a maneira como se estabelecem, enquanto seu estudo visa ao que está funcionando bem dentro das companhias.

"É um método positivo, enquanto os outros métodos focam no negativo. Isso ajuda os times a passarem a tempestade mostrando aos componentes o que eles têm em comum e como as suas visões são similares. Evita culpa e privilegia soluções. É um método que frequentemente orienta para inovação, pensando com criatividade a respeito dos problemas, ao invés de colocar uma atadura num processo fracassado", explica Jeannette.

O novo método será difundido nas empresas brasileiras pela consultora, durante o evento "Equipes de Projetos: Modelo Inovador e Novas Tendências", promovido pela Disnmore Associates.

Na prática

Como exemplo da aplicação do novo método, Jeannette explica o trabalho desenvolvido por ela na revista PMNetwork do PMI (Project Management Institute).

Como editora do veículo, ela comandava uma equipe com mais de 30 colaboradores e tinha problemas com orçamentos, prazos e fuso horários para produzir mais de 40 publicações por ano. Para tentar resolver os questionamentos, fez reunião de equipes e criou mapas de fluxo de trabalho.

Funcionários com problemas de comunicação foram colocados em pares para opinarem sobre questões como quais aspectos de seus trabalhos funcionavam bem, o que mais gostavam no lugar de trabalho e o que respeitavam no parceiro. Ela conversou também individualmente com cada um, para saber sobre visão da empresa em relação ao desafio e o que esperavam realizar.

O material foi gravado e usado como parte do processo de planejamento anual. O exercício foi finalizado com o comprometimento de cada um e o desafio para lembrar sentimentos positivos do dia que foram empregados.

De acordo com a consultora americana, o resultado foi o aperfeiçoamento do trabalho e a redução de conflitos.

Essa matéria foi publicada na Info Money, em 17/11/09.

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/