Huma

Dez boas razões para investir na ética corporativa

Mercado
24/02/2014

A ética - ou a falta dela - não está presente apenas nos principais noticiários que relatam casos de corrupção que se manifestam nas esferas governamentais do Brasil ou de outros países. Essa palavra tão pequena, mas com um significado tão relevante para a sociedade está presente em todas as esferas da sociedade, inclusive a corporativa. Torna-se forte porque está associada e fundamentada aos valores morais que norteiam o comportamento humano na sociedade. É, ainda, através da ética que "inspiram e expiram" que as organizações revelam seus valores tanto para seus funcionários como também para a sociedade. Isso nos faz repensar porque, cada vez mais o meio organizacional busca revelar valores que passam a ganhar formato através dos chamados Códigos de Ética. Vejamos abaixo, alguns dos benefícios que a ética traz ao dia a dia das empresas.

1 - Quando a ética é disseminada na empresa, as pessoas passam a ter uma tendência em adquirir maturidade e ter consciência do valor que possuem no contexto corporativo. Isso, por sua vez, impacta diretamente na consciência que cada um deve ter sobre suas respectivas responsabilidades em todos os níveis hierárquicos.

2 - A ética fortalece a formação de valores. Por sua vez, isso reflete na formação de uma sociedade mais justa e consideremos aqui também o universo corporativo, porque dentro das empresas as pessoas vivem em um ambiente sociável ou assim o deveriam.

3 - Se eu tenho direito o outro colega também tem. Se ético é colocar em prática aquilo que se diz. E isso aqui cabe bem o velho ditado popular: "O meu direito termina, onde o do outro começa". É preciso que exista um nivelamento de limites para se atuar no dia a dia organizacional, caso contrário as pessoas passarão a adotar métodos de disputa interna sem que sejam medidas as consequências de suas atitudes. Ou seja, ser ético é não atropelar o colega para conquistar um espaço, pois existem caminhos lícitos e dignos de servirem de inspiração para muitos talentos.

4 - Melhoria da qualidade de vida. Sem dúvida alguma que a presença da ética impacta na melhoria da qualidade de vida das pessoas. Basta que imaginemos o seguinte: "Vou acordar todos os dias para trabalhar numa empresa em que não há limites e cada um é por si". Imagine o grau de estresse que o indivíduo fica exposto e as consequências emocionais e orgânicas que surgirão cedo ou tarde. Sem um ambiente ético, não dá para formar uma equipe saudável e feliz.

5 - A retenção e a atração de talentos estarão cada vez mais presente, no dia a dia das empresas. Só que para isso, a ética deve estar presente e dar suporte a todos os processos de gestão que são adotados por uma companhia. Com a tecnologia, as informações são disseminada em uma velocidade que nem sempre nos damos conta e quando algo negativo ou positivo ocorre a partir dos fatores éticos, isso poderá atrair ou assustar talentos desejados pela organização.

6 - Uma empresa ética tem a sua imagem preservada e valorizada junto à sociedade. Por sua vez, isso impacta diretamente nos resultados almejados por uma companhia. Lembremos aqui que uma empresa que mantém a sua estratégia alinhada à ética conquista a simpatia dos stakeholders (público estratégico) e dos clientes.

7 - Vivemos em uma sociedade em que a palavra competitividade está presente a cada passo que damos. E isso pode se tornar prejudicial para a vida da empresa, uma vez que os colaboradores podem começar a se atropelarem para obter resultados e esquecerem resultados. Numa empresa fomentada pela ética, prevalece o espírito de equipe e as pessoas compreendem que é fundamental unir forças para se alcançar objetivos.

8 - Espírito de equipe fortalecido graças aos valores oriundos da ética resulta em maior entrega e resultados mais positivos. E empesa ética compartilha resultados positivos e não apenas os negativos, quando se chama os colaboradores para informar que a corda está no "pescoço de todos". Ética emana serenidade para que se possa trabalhar, apresentar resultados e não provoca um sentimento de "quem será o próximo a ser demitido?".

9 - "Se a empresa em que atuo é ética, logicamente não me vê apenas como um mecanismo para atingir resultados". Quando um trabalhador atinge essa consciência, sua permanência na empresa ganha sentido e ele passa a compreender que tem valor. Certa vez, conversando com um funcionário de "chão de fábrica", ouvi a seguinte afirmação. "O chefe chega aqui e diz que somos um time de futebol. Se ele ganhar, todos ganham. Não sou bobo pra fazer gol para os outros ganharem a taça". Não tive como argumentar com esse trabalhador, pois o índice de absenteísmo era alto e Gestão de Pessoas ainda passava longe da consciência da alta direção.

10 - Fatos são comprovados. Uma empresa que fortalece a sua ética e, consequentemente, seus valores, observa uma redução de custos com causas trabalhistas. Se o local de trabalho é propício a atitudes éticas, por exemplo, atitudes que possam ser qualificadas como casos de assédio moral não têm espaço. Ou seja, local de trabalho saudável, desligamentos menos traumáticos.


*Essa dica foi publicada no site RH.com.br, em 18/02/2014


Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/