Huma

Domínio de idioma estrangeiro aumenta salário em até 51%, diz pesquisa

Mercado
20/11/2012

Um estudo salarial realizado pela Catho, empresa de currículos e vagas on-line, revelou que o grau de conhecimento em um idioma estrangeiro pode aumentar o salário em até 51,89%.

O levantamento foi feito analisando remunerações de 2.444 cargos em 19 mil empresas de todo o Brasil. Ele comparou diferentes níveis hierárquicos e graus de fluência na língua inglesa e espanhola para observar o comportamento salarial.

A maior diferença foi constatada nos cargos de supervisão com o idioma inglês. Um profissional que é fluente tem remuneração média de R$ 4.759, enquanto um que não fala recebe R$ 3.133,26. A segunda maior discrepância foi entre funcionários júnior/pleno/sênior, com variação de 51,37%.

Na fluência da língua espanhola, os cargos de supervisão novamente foram os mais afetados, sendo encontrada variação de 23,82% entre os fluentes e os que não falam.

Para o diretor de marketing da Catho, Luís Testa, a pesquisa comprova que falar um idioma estrangeiro é mais que uma necessidade técnica, é uma maneira de negociar uma remuneração diferenciada.

"Quem domina várias línguas é bem percebido pelo mercado e não corre o risco de perder oportunidades por uma competência que já é esperada", afirma.

Segundo ele, quem falava inglês tinha um grande diferencial no currículo, mas hoje ele é obrigatório, sendo desejável ainda um segundo idioma como o espanhol.

 

*Essa notícia foi publicada no site Folha de São Paulo, em 14/11/2012

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/