Huma

Especialista fala sobre as dez maiores questões quando o assunto é carreiras

Mercado
14/09/2011

Quando o assunto é carreiras, muitas são as dúvidas que atingem os profissionais. São questões envolvendo direitos, educação, processo seletivo e, sobretudo, evolução.

Assim, com o objetivo de ajudar quem tem mais perguntas do que respostas na cabeça ao tratar do mundo profissional, o portal InfoMoney ouviu o diretor executivo da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Marshal Raffa. Veja abaixo algumas dicas.

Comportamento

De acordo com Raffa, questões envolvendo o comportamento estão entre as que mais incomodam os profissionais. Valores e habilidades, por exemplo, estão na pauta do dia.

1 – Conheça seus valores! Ter valores compatíveis com os da empresa na qual trabalha ou se pretende trabalhar ajuda muito quem quer ter sucesso na vida profissional. Para isso, entretanto, diz o especialista, ter claro quais são os próprios valores é essencial.

“A pessoa precisa, antes de tudo, ter claro para si quais são os seus valores, para depois procurar saber quais são os valores da empresa”, sugere.

Entretanto, alerta, é preciso deixar claro que não existe empresa perfeita, não adiantando o profissional ficar buscando uma empresa cujos valores sejam 100% compatíveis com os seus, pois isso é muito difícil.

2 – Desenvolva competências! Saber quais são as competências valorizadas pela empresa também auxilia o sucesso profissional. Neste caso, diz, vale lembrar que as competências valorizadas variam de empresa para empresa e conforme a profissão do indivíduo. Dessa forma, o segredo é pesquisar e se atualizar.

3 – Trabalhe o emocional. No mundo atual, competências técnicas são importantes, mas as habilidades emocionais também contam pontos para o desenvolvimento da carreira. Elas variam conforme o cargo e a profissão escolhida. Entretanto, autocontrole, pró-atividade, equilíbrio e liderança são vitais para quem quer se dar bem.

4 – Avalie-se e adapte-se. O seu perfil é compatível com o exigido pelo mercado? Quem está inserido no mundo profissional, mesmo que empregado, deve sempre se fazer esta pergunta. Procure saber se o que pode entregar é o que as empresas estão exigindo. Assim, pesquise vagas sempre e converse com o networking. Encontrando falhas, procure saná-las.

5 – Desafie-se. A acomodação é um dos piores inimigos de uma carreira. Portanto, não deixe a sua estagnar. Preste atenção se está evoluindo, recebendo novos desafios e promoções e tenha sempre novos objetivos.

6 -Tenha foco. Ao buscar emprego, lembre-se: tenha foco e mantenha o networking. Mandar o currículo para várias áreas dentro da empresa pode ser prejudicial. Entretanto, mandar o currículo para uma empresa que não tem vaga aberta no momento não há problema algum. Contudo, ressalta o diretor executivo da Ricardo Xavier, é pelo networking que se dá a maior parte das contratações.

Capacitação

Além das dúvidas comportamentais e que estão diretamente ligadas à promoção dentro da empresa ou mesmo à recolocação no mercado de trabalho, questionamentos que dizem respeito à capacitação também são impactantes no mundo profissional. Abaixo, seguem alguns:

7 - Invista em línguas. Muitos se perguntam se a passagem por outro país é essencial na carreira. Entretanto, na opinião de Raffa, um intercâmbio internacional não é vital, portanto, se você não tem condições de ir estudar no exterior, não se desespere. Entretanto, alerta, investir em línguas é muito importante para o bom desenvolvimento profissional.

“Ele (intercâmbio) faz diferença, mas não é essencial. Hoje, com um bom professor, é possível adquirir fluência no Brasil”.

8 – Tenha objetivos. Na dúvida sobre que tipo de pós-graduação seguir? Tenha objetivo. Se a sua meta, por exemplo, é ter um cargo de gestão, é melhor cursar um MBA do que um mestrado. Já se o foco é trabalhar com pesquisa ou ser um educador, o caminho a seguir é do mestrado. Por fim, explica o especialista, para quem quer ter mais conhecimento da carreira que escolheu, quer se aprofundar em algo, vale fazer uma especialização.

Direitos

Por fim, vale lembrar as questões envolvendo os direitos trabalhistas. Neste caso, lembra Raffa, salário e demissão estão no topo da lista.

9 – Piso salarial. Quando se trata de salário, uma das principais dúvidas dos profissionais diz respeito ao piso salarial. Neste caso, diz Raffa, o ideal é que a pessoa procure saber qual é o piso da sua categoria por meio do sindicato. Contudo, lembra ele, nem todas as empresas pagam o determinado no sindicato.

10 – Demissão. Na demissão, a maior dúvida diz respeito ao aviso prévio. Será que terá de cumprir? De acordo com a lei, o aviso prévio deve ser cumprido tanto por quem é demitido, como por quem pede demissão. Contudo, hoje, muitas empresas acabam deixando de lado a formalidade e dispensando o profissional. No geral, diz ele, isso acaba sendo combinado entre a empresa e o funcionário.

Essa notícia foi publicada no Administradores, em 06/09/2011.

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/