Huma

Executivos brasileiros são os mais confiantes na estabilidade do emprego

Mercado
30/11/-1

 

Os executivos do Brasil são os mais confiantes em relação à estabilidade do próprio emprego, à saúde financeira da empresa e à economia do País. É o que aponta uma pesquisa realizada pela Robert Half com 3 mil executivos de 13 países.

Dos brasileiros entrevistados, 46% se sentem mais confiantes sobre sua estabilidade no trabalho em relação ao ano passado. O Brasil só perde para Luxemburgo (47%). Já os mais pessimistas são os irlandeses, pois 35% deles estão menos confortáveis com sua estabilidade profissional.

“O mercado está aquecido e isso se reflete no nível de confiança dos profissionais e gestores. E a expectativa de alta taxa de crescimento da economia em 2010 é uma realidade muito próxima para os brasileiros” explica o diretor da Robert Half, Fernando Mantovani.

Recuperação pós-crise

O País lidera o ranking de otimismo no mundo na recuperação pós-crise, pois também 46% dos executivos acreditam que o mercado voltará aos níveis de 2007 ainda no segundo semestre deste ano. Na média mundial, apenas 14% apostam neste ritmo de retomada.

A maior parte dos entrevistados nos países pesquisados disse que a melhora do cenário econômico ocorrerá a partir de 2012. Os países mais pessimistas são República Tcheca, Portugal, Grécia, Itália, Espanha e Irlanda.

Desempenho da empresa

Em relação ao desempenho da empresa, novamente o Brasil mostra-se mais confiante do que os outros países entrevistados - 84% dos brasileiros disseram estar muito confiantes sobre o crescimento da empresa no próximo ano. Em seguida, vêm os italianos (40%) e os executivos de Dubai (40%). Na média mundial, 25% dos executivos se consideram muito confiantes.

Essa notícia foi publicada na Info Money, em 28/04/10.


Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/