Huma

Mais tempo para o esporte

Mercado
13/06/2012

* Por Christian Barbosa

Realmente ter tempo para estar com a família, trabalhar e ainda cuidar do corpo não é uma tarefa fácil. Mas, em se tratando de exercícios físicos, o bem-estar e a energia que ele proporciona valem as pequenas atitudes que possam auxiliar na prática diária de organização das suas atividades. O problema é sair do lugar. Veja algumas dicas para conseguir inserir o esporte em sua vida.

Trate esporte como um hobby, não como uma obrigação – O maior empecilho à prática esportiva é aquela sensação que dá quando pensamos em ir para a academia: “Putz! Que saco ter que sair para malhar!”. Neste caso o esporte virou obrigação, e assim mais cedo ou mais tarde você vai desistir. O que sempre faço quando preciso incentivar alguém que está comigo a iniciar uma prática esportiva é tentar “experiências de esporte”. Literalmente testar. Pense em uns três ou quatro esportes com os quais você se identifique e agende algumas aulas experimentais. Veja aquele que realmente lhe proporciona diversão e terá encontrado seu esporte. Quando cansar, repita o processo. Eu, particularmente, usei essa estratégia. Estava há alguns meses parado e sabendo que esporte era tão essencial quanto a água que bebo, então comecei a experimentar. Até que achei o tênis e o adotei como um super-hobby. Virou uma atividade familiar, mudou meus hábitos, está sendo superlegal. Para ter uma performance melhor no tênis eu acrescentei exercícios aeróbicos ao longo da semana, como natação ou corrida.

Utilize horários mais “seguros” – Se você estabelecer horários muito próximos dos horários de trabalho, a chance de acontecer um imprevisto e você faltar ao esporte escolhido é grande. No começo, para evitar as desculpas de tempo, crie horários alternativos como bem à noite ou logo cedo, sábado, domingo, etc. Eu optei por sábado de manhã e quarta às 20h. Quando deixo de ir na quarta, eu negocio e vou na segunda-feira logo cedo. Se você viaja bastante, pode aproveitar a academia do hotel ou até levar uma corda de pular na mala e fazer uns 20 minutos do seu exercício. Quando a gente realmente gosta de algo, tempo não é desculpa.

Comece aos poucos e com uma meta em vista – Não adianta achar que logo de início você será um campeão de qualquer coisa. Se pegar muito forte no começo, você pode se desestimular. Comece devagar e vá aumentando o ritmo à medida que obtiver resultados. Outra coisa que funciona é estabelecer um objetivo para os primeiros seis meses de sua atividade física, como perder tantos quilos, correr determinada distância, etc.

Muitas pesquisas vêm sendo realizadas sobre esportes e longevidade. Tudo aponta para melhorias no sistema cardiorrespiratório, combate à depressão e até redução de alguns tipos de câncer. Ao fazer uma atividade física, você libera endorfina, um neurotransmissor que relaxa e dá prazer, despertando a sensação de bem-estar. Algumas pesquisas creditam à endorfina propriedades de analgésico, aliviando dores e inclusive ajudando a combater a depressão. Claro que chocolate e pimenta também estimulam a produção de endorfina, mas com esporte você não engorda, não é?



*Christian Barbosa - Especialista em administração de tempo e produtividade, fundador da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros A Tríade do Tempo; Você, Dona do Seu Tempo; e Estou em Reunião; e co-autor do Mais Tempo, Mais Dinheiro. Sua mais nova obra: Equilíbrio e resultado – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer?
www.triadps.com.br e www.maistempo.com.br

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/