Huma

Nove pontos a considerar ao recrutar estagiários

Mercado
14/03/2016

Selecionar estagiários é, muitas vezes, um processo que demanda bastante tempo e precisa levar em consideração alguns aspectos extras, pois os futuros profissionais ainda estão em processo de formação e têm pouca experiência no mercado de trabalho.

Além disso, a adoção de estagiários requer bastante comprometimento da empresa contratante e do selecionado, bem como atenção para o cumprimento das regras e leis que cercam os contratos deste tipo.

Nove pontos a considerar ao recrutar estagiários

Desse modo, Sueli Fernandes, Gestora de Inserção Profissional da Fundação Mudes, instituição sem fins lucrativos voltada para a promoção e integração de jovens no mercado de trabalho, elaborou nove aspectos fundamentais para ter um excelente resultado no processo seletivo de estágiários. Confira:

1 - Relacionamento interpessoal

De acordo com a profissional, “cada cabeça é um mundo” e nem todo mundo nasce sabendo se relacionar com os demais.

"Habilidades interpessoais são tão importantes quanto as técnicas. É preciso avaliar a interação entre as pessoas nas organizações e é fundamental que o jovem valorize e contribua para o clima de cooperação interpessoal, visando atingir as metas", acredita Fernandes.

2 - Trabalho em equipe

É essencial ter sensibilidade para perceber se o futuro contratado é capaz de desenvolver e aprimorar as atitudes e habilidades fundamentais para o trabalho em equipe.

"O mercado de trabalho valoriza as pessoas que se destacam não apenas pelo seu conhecimento técnico, mas também pela sua capacidade de se relacionar e cooperar para atingir objetivos comuns. A interação entre todos os funcionários favorece também a capacidade de agregar valor organizacional e gerar confiança, proporcionando um ambiente saudável e positivo para todos", diz. 

3 - Dinâmica emocional das mudanças

Para muitos, mudar é algo assustador. No entanto, qualquer mudança deve ser encarada por diversos ângulos de vista e enxergadas como algo fundamental. 

"Se elas forem encaradas por ângulos diferentes, há grandes chances de elas se transformarem em uma oportunidade. É muito útil identificar se os estudantes saberão como desenvolver uma postura flexível e adaptável às crescentes mudanças do mercado de trabalho", orienta Sueli.

4 - Desenvolvendo competências

"Habilidades, conhecimentos e atitudes formam uma profissional competente. Por isso, é recomendável entender se o jovem pensa em se aprimorar e também oferecer condições de ajudá-lo a desenvolver novas competências", afirma a gestora da Mudes.

5 - Criatividade

Ter criatividade é pensar em novas soluções para os problemas que surgem. E isso é valorizado.

"A criatividade é um desafio cada vez mais valorizado pelas empresas. Os estudantes precisam ser estimulados a técnicas e métodos para desenvolver, estimular e exercitar seu pensamento criativo", acredita Sueli.

6 - Liderança

É extremamente importante estimular as características e competências de um líder em estagiários.

"O desenvolvimento do estagiário permite que ele se perceba de maneira mais aprofundada, criando condições de unir características de liderança com as peculiaridades do meio", reforça a especialista.

7 - Empresas verdes

O meio ambiente já é a pauta principal de muitos negócios. Desse modo, novas áreas de trabalho e oportunidades dentro das organizações surgiram nos últimos anos.

"É comum os estudantes conhecerem pouco sobre as questões ambientais nas organizações, aspectos sustentáveis e conscientização ambiental. Com isso, é preciso estimular a inovação para transformar a crise ambiental em vantagem competitiva", afirma. 

8 - Empreendedorismo e planejamento de carreira

Um outro aspecto bastante discutido nos últimos anos é a capacidade de empreender que cada profissional dipõe. Por isso, trabalhar essa capacidade é um desafio necessário.

"O conceito de empreendedorismo tem sido difundido nas organizações para que cada colaborador desenvolva comportamentos empreendedores e passe a atuar como agente de mudanças, melhorando processos, criando novas oportunidades de negócios e acelerando as inovações dentro das organizações", orienta. 

Desse modo, o planejamento de carreira passa a ser algo fundamental para que os jovens tenham um "roteiro de desenvolvimento profissional", onde ele pode traçar metas objetivas e claras para alcançar realização e sucesso no trabalho. 

9 - Gestão do tempo

Saber lidar com pressão e prioridades é um desafio gigante, que muitas vezes atrapalha até os grandes e experientes líderes.

"Analisar e estimular a melhor utilização do tempo é fundamental para que se possa adquirir um maior controle sobre a execução das tarefas diárias. Com isso, o estudante conseguirá cumprir todas as suas responsabilidades e aumentar a sua produtividade", finaliza Sueli Fernandes.

Essas dicas foram publicadas no site Administradores, em 12/03/2016 

Notícias relacionadas:

Empresas oferecem 'coach' e projetos estratégicos para manter estagiários

40% dos candidatos a vagas de estágio são eliminados em teste de português

 

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/