Huma

Ser líder: o que isso significa para três líderes no LinkedIn

Mercado
06/10/2014

Ser líder não é ter subordinados. Ser líder não é ter uma opinião mais valiosa que a de outros. Ser líder não é parecer inalcançável. Para Jack Welch, ex-CEO da General Electric e consultor para um seleto grupo dentre os 500 CEOs da Revista Fortune, ser líder está muito ligado a construir uma “organização sem fronteiras”. Parece interessante, mas o que de fato significa? É simples: todos são livres para pensar em ideias, em vez de esperar que alguém superior na hierarquia pense nisso primeiro. Ele desejava que a sua equipe fosse mais extrovertida, engajada, e prometeu ouvir as ideias de todos na empresa. Welch cumpriu sua promessa. De operários a gerentes, todos tinham a sua atenção caso tivessem algo a dizer ou uma nova ideia para melhorar a empresa. Incrível, não? Mas o que os profissionais do dia a dia – gente como a gente – têm a dizer? Confira a opinião de três diferentes líderes em uma discussão no grupo internacional “Leadership” do Linkedin. Ser líder é:

Carlos Velasquez, Novo México (EUA)

  •     Melhorar diariamente.
  •     Liderar pelo exemplo.
  •     Comunicar minhas expectativas.
  •     Pedir desculpas se preciso (assumir a responsabilidade).
  •     Conhecer minha equipe.
  •     Recompensar os bons resultados.
  •     Certificar-me de que as tarefas foram concluídas.
  •     Ensinar e treinar.
  •     Desenvolver os líderes emergentes.
  •     Adotar métricas e padrões de qualidade.

Terrie Thaler, Colorado (EUA)

  •     Colocar minha equipe em primeiro lugar.
  •     Se eu atender às suas necessidades, então eles conseguirão fazer o trabalho.
  •     Incluí-los para que eles tenham as informações mais recentes disponíveis para fazer seu trabalho.
  •     Incentivá-los.
  •     Recompensá-los regularmente.
  •     Dar a eles autonomia suficiente para que saibam que eu confio neles para fazer seus trabalhos. Mas não tanta.
  •     Não fazer falsos elogios. Se alguém comete um erro, use-o em um momento de formação e aprendizagem.
  •     Manter a sinceridade no relacionamento. Uma vez me disseram que acreditavam em mim porque eu era sincero em meus elogios. Eu aprendi com isso!

 Glen Esnard, Califórnia (EUA)

  •     Ser claro no propósito e na direção da empresa: ninguém viajará em seu trem até que saiba que você está indo para um lugar que também querem ir.
  •     Ser claro sobre as prioridades de decisão. Em 1º lugar, a saúde da equipe; 2º saúde e desenvolvimento do indivíduo; 3º a saúde e desejos do cliente.
  •     Ser claro sobre o comportamento e as expectativas de desempenho: demonstre pessoalmente essas expectativas o tempo todo, todos os dias.
  •     Ser transparente. Esta é sua prova de integridade.
  •     Ser quem você diz ser.
  •     Ser inclusivo. Melhor coesão possibilita melhores decisões.
  •     Dê liberdade de escolha para as pessoas concordarem ou não.
     

E você, concorda? Tem algo a acrescentar? Por que não montar a sua própria lista de princípios e assim conferir se você tem sido o líder que admira?


Essa dica foi publicada no Blog Runrun.it, em 03/10/2014

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/