Huma

Sustentável: veja como ser um profissional ambientalmente responsável

Mercado
20/03/2012

O consumo sustentável. A maioria dos consumidores já deixou bem claro que prefere adquirir produtos de empresas que tem práticas sustentáveis. Mas, e do lado dos trabalhadores. Será que eles estão preocupados em ser ambientalmente responsáveis no ambiente de trabalho? E, mais do que isso, como ser um profissional assim?

Antes de mais nada, ser ambientalmente responsável deve ser algo que parte do próprio funcionário, que não deve ficar simplesmente esperando ações da empresa. O diretor comercial da Buona Vita Cosméticos, Sergio Ernesto, explica que para o trabalhador desenvolver práticas sustentáveis, ele tem que começar analisando o seu próprio ambiente de trabalho.

O que você pode fazer?

Em cada empresa e ramo de atuação, existem algumas ações específicas a serem tomadas, e o funcionário deve ter uma percepção do ambiente para pensar em práticas sustentáveis. Em qualquer escritório, porém, há dicas que qualquer um pode aplicar, como o uso consciente das folhas de papel.

Imprimir o extremamente necessário, sempre pensando em usar o verso das folhas, está ao alcance de qualquer um. A questão dos copos plásticos segue a mesma lógica. Trazer de casa um copo de porcelana ou vidro, ou mesmo um squeeze, evita que você passe o dia todo consumindo água em copos de plástico. Pense que se você toma água 10 vezes por dia, serão 10 copinhos plásticos descartados no ambiente.

O pensamento deve ser o mesmo para os cafezinhos consumidos ao longo do dia. Quando o assunto é a energia, ainda mais atitudes podem ser adotadas. Desligar o monitor do seu computador ao sair para almoçar e quando vai embora é importante. Por mais que o profissional considere que o desperdício de energia seja mínimo, ele deve pensar no conjunto todo.

Pense em quantas pessoas trabalham na empresa, ou seja, quantos monitores estão sugando desnecessariamente a energia do planeta. Além disso, um único dia pode não fazer tanta diferença, mas a conta fica alta ao final do mês. As luzes também são tema de preocupação e devem ficar desligadas, sempre que possível.

Em uma reunião, abra as cortinas e deixe a luz do sol entrar, assim você conta com um recurso natural e evita ligar a eletricidade. Abrir as janelas também evita o uso do ar condicionado. Quem carrega os celulares também deve ficar atento. Ernesto recomenda tirar o carregador da tomada depois que o aparelho estiver carregado, isso evita o desperdício de energia. Para quem usa notebook, a dica é usar a bateria até o final e não ficar carregando a todo momento.

Isso evita viciar a bateria da máquina e também, novamente, é ambientalmente sustentável.

Motive os demais

Ernesto ainda pontua que mais do que adotar tais práticas individualmente, os profissionais ainda podem fazer mais duas coisas importantes: motivar os demais colegas a fazer o mesmo e sugerir que as empresas adotem práticas sustentáveis no seu dia a dia. No primeiro caso, se você quer realmente ser ambientalmente responsável, motive seus colegas a fazerem o mesmo. Assim a economia se torna muito maior.

Ainda, o funcionário pode sugerir diversas práticas para a empresa. Por exemplo, que coloque placas informativas nas tomadas – onde se solicita que a luz seja apagada após o uso. Na compra do material de escritório, ele pode incentivar a aquisição de produtos de empresas que adotem práticas sustentáveis.

Lembre-se que práticas sustentáveis traz muito valor agregado para a empresa, tanto pela redução de custos quanto pela fama que acaba tendo no mercado.


Essa notícia foi publicada no Administradores, em 18/03/12.

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/