Huma

Trabalho em equipe: O que seu time faz quando ninguém está olhando?

Mercado
20/07/2015

Por mais brilhante que a estratégia de negócios da sua empresa seja, sozinha ela não é capaz de convencer sua equipe. Afinal, como Peter Drucker disse, “a cultura devora a estratégia numa garfada”. E é por isso que só uma cultura brilhante pode fazer com que a satisfação do cliente se torne o objetivo de todo o trabalho em equipe. E se você está se perguntando o que é cultura de empresa, uma boa resposta é: tudo aquilo que o time faz quando ninguém está olhando. Está com medo de descobrir que a cultura da sua empresa não é nada saudável? Confira como reverter isso em cinco passos:

1. Priorize os valores e a missão

Quais são os três maiores valores em que a empresa acredita? Em uma linha, qual é a sua missão? Se nem sempre o que é declarado é a realidade, imagine, então, se nada está dito. Quando todos conhecem o melhor da organização, as chances de alguém ter um comportamento grosseiro diminuem. Além disso, a cada vez que a equipe ganhar um novo membro, será recebido com atenção e respeito e propagará a cultura da empresa adiante.

2. Mas seja coerente

“A empresa pode tratar o respeito à diversidade como valor, mas ter cinco tipos de restaurantes dependendo do nível hierárquico do colaborador. A cultura é diagnosticada no dia a dia, nas práticas e não no que está escrito”, diz Caio Brisolla, diretor da Marcondes Consultoria. Da mesma forma, enquanto sua empresa não apoiar projetos sociais nem implementar nenhuma política de sustentabilidade ambiental, valores como “preservação” e “luta contra a desigualdade” não devem estar no seu mural.

3. Tudo pronto, comunique

Um simples mural online da empresa, onde vocês possam marcar de bate-papos oficiais a happy hours, pode ser o começo de uma cultura muito bacana. A transparência com que os problemas são tratados, também. Além disso, “o layout da empresa diz muito se a comunicação flui e se é transparente”, Brisolla conclui. Espaços abertos, onde as pessoas trabalham todas juntas e uma sala de reunião envidraçada demonstram que a transparência coletiva é uma prioridade do trabalho em equipe.

4. E não tenha medo de dar autonomia

Don Peppers, fundador de uma consultoria especializada em satisfação do cliente, conta que um estudo feito na Austrália revelou que certos profissionais costumavam quebrar as regras da própria empresa para atender aos interesses dos clientes. E adivinhe: eram os melhores que faziam isso com mais frequência. Além disso, Peppers garante que a grande maioria dos profissionais quer sentir que seu trabalho tem significado e que eles têm uma razão para fazer o que fazem, na qual pensem antes que se preocupem em bater as metas.

5. Por fim, olhe para o que vocês vendem

No fim da história, a cultura da empresa se revela nos produtos e serviços que sua empresa vende e como vende. Quando os clientes sabem que podem confiar de olhos fechados que a empresa age pelo interesse deles, eles desejam que ela tenha sempre sucesso. Por isso, caso o produto ou serviço que você vende se torne defasado, não será tão difícil lançar o seu substituto, ou mesmo migrar para um novo modelo de negócio, porque seus clientes estarão ao seu lado.

Essa dica foi publicada no blog Runrun.it 

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/