Huma

Um em cada três líderes de RH influencia decisões

Mercado
30/11/-1

 

A Right Management realizou pesquisa internacional sobre a participação do RH nas decisões executivas.

O estudo concluiu que somente um em cada três líderes de RH influencia as decisões estratégicas da empresa e um em cada quatro profissionais do setor participa efetivamente das decisões executivas.

A participação mais efetiva do RH nas decisões da empresa é uma reivindicação que se tornou frequente e uma tendência nas organizações de alto desempenho. “Os CEOs têm percebido que as pessoas criam as únicas vantagens competitivas reais em uma organização”, afirma George Herrmann, vice-presidente executivo da Right para as Américas. Segundo o executivo, o RH é responsável por garantir que o CEO perceba o valor desses ativos e invista em uma estratégia de talentos alinhada com os objetivos da empresa.

Compromissada com o objetivo de levar os profissionais de RH a conquistar uma posição mais ativa na “mesa” executiva, a Right recomenda ações que visem um melhor desempenho da companhia como um todo, não somente do departamento de RH. “Se o RH decide fazer parte das decisões executivas, deve mostrar para o board da empresa o valor e o impacto com que suas estratégias contribuem para o desempenho da companhia”, reforça George Herrmann. Uma das oportunidades únicas do RH é que as suas responsabilidades permeiam todos os aspectos da empresa e os talentos são necessários em todos os setores da empresa para as coisas acontecerem. “O talento coletivo da força de trabalho é o único fator de diferenciação sustentável.”

Um dos passos mais importantes, recomendados pela Right, para chegar a esse objetivo é entender cada uma das pessoas que compõem a liderança da empresa, seus cargos e as atividades relacionadas à função que eles desempenham na companhia. Em grande parte das organizações, o board é composto basicamente pelo CFO (Chief Financial Officer), responsável pelo desempenho financeiro e valor da empresa para os acionistas; o COO (Chief Operating Officer), que visualiza a execução de planos de negócios e eficiência operacional; e o Chief Executive Officer (CEO), que responde pela estratégia geral da empresa e por seu desempenho.

Entender cada um desses cargos e a relação deles com os objetivos de negócios da empresa é um fator decisivo na elaboração de um discurso que os impacte.

Essa notícia foi publicada na RH Central, em 05/04/10.

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/