Huma

Vida do funcionário preocupa empresas

Mercado
03/08/2016

O que cada funcionário faz com seu salário é um problema dele, não da empresa. Companhias que pensavam assim estão mudando de visão. Quando faz mau uso do dinheiro que ganha, o funcionário prejudica a família, reduz a qualidade de vida e adoece com mais facilidade. As consequências no trabalho são conhecidas: queda na produção, maior absenteísmo e maior risco de acidentes. O fato é que o dinheiro tem tanta importância na vida dos funcionários que as empresas estão investindo na educação financeira para evitar perdas dos dois lados.

A Icatu Seguros tem uma parceria com a FGV On-Line, com cursos gratuitos para seus funcionários. Entre os programas oferecidos pelo Boticário Prev, um é voltado à preparação para a aposentadoria. Uma das iniciativas da siderúrgica ArcelorMittal Tubarão (ES) vem sendo renovada há 20 anos. Trata-se do programa Perspectiva para Gestão Orçamentária (PGO) que tem como "filosofia o enfoque econômico-financeiro e comportamental", diz Sandra Meira, assistente social e coordenadora do PGO da empresa.

"Quando a saúde financeira não vai bem, ela interfere na saúde integral do funcionário, ele não dorme direito, não se concentra nas suas tarefas, podendo sofrer até um acidente", afirma. "O programa trabalha a saúde financeira como um dos pilares na manutenção da qualidade de vida dos empregados. A participação é estendida aos cônjuges".

O programa é dividido em dois módulos e o primeiro é um treinamento de caráter preventivo. Com oito horas de duração, o curso envolve empregados e familiares e é ministrado por uma assistente social e um economista que utilizam recursos áudio visuais e dinâmicas de grupo. "O módulo preventivo tem proporcionado o crescimento e amadurecimento dos participantes no entendimento de que o grande responsável pelas consequências do uso do dinheiro é o próprio indivíduo", diz Sandra.

O segundo módulo tem caráter curativo e consiste no acompanhamento mensal do empregado ou casal, feito por um consultor financeiro pessoal, visando à reestruturação do orçamento familiar. "A assistência individualizada com suporte de profissional especializado tem proporcionado maior eficácia na reorganização financeira das famílias que passam por dificuldades", afirma. De 1996 a 2015 foram realizados 272 eventos na ArcelorMittal Tubarão com a participação de quase 10 mil empregados e seus cônjuges.

A empresa tem ainda um programa direcionado à aposentadoria e endereçado a todos os familiares, de qualquer idade. Conta ainda com o Programa Saúde do Homem, Saúde da Mulher e Repensando a Organização Familiar do Casal.

Com a suíte Gen.te da LG lugar de gente, uma solução completa e integrada de tecnologia para gestão de pessoas, você pode inovar o seu negócio.

Quer saber mais? Entre em contato com a LG!

O Boticário Prev trabalha com educação financeira desde 2011 e conta hoje com dois programas: o Programa de Preparação para a Aposentadoria (PPA), realizado duas vezes por ano para um público com idade média de 50 anos e com o intuito de educar financeiramente com palestras focadas em dois temas. O primeiro é sobre "O valor do amanhã", uma reflexão sobre a aposentadoria e que apresenta maneiras de administrar melhor o dinheiro antes e depois da aposentadoria. A segunda parte do PPA envolve palestras com psicólogos, geriatras e especialistas da área financeira.

O segundo programa trata da educação financeira para os participantes ativos da empresa. "Nesse caso, usamos cartilhas educativas e palestras divididas em módulos", diz Luiz Lemos Meira, diretor de investimentos do Boticário Prev. "Temos comunicação web site Boticário Prev e e-mails informativos. As palestras podem ocorrer até quatro vezes por ano", conclui.

As empresas que estão preocupadas com a aposentadoria dos seus funcionários, também se preocupam em ensinar a poupar desde muito cedo. Na Icatu Seguros a média de idade dos funcionários é de 34 anos e essa preocupação já existe. "São pessoas que estão a pouco mais de 30 anos da aposentadoria e que precisam começar a olhar para essa questão", diz Luciana Chagastelles, gerente de RH da Icatu Seguros. "Temos como premissa educar o mais cedo possível todos os funcionários, por isso nossos estagiários de 17 anos também participam. Estamos trazendo para eles a conscientização da necessidade de começar a economizar desde cedo", diz Luciana.

Segundo a gerente, a empresa tem uma plataforma de conhecimento onde estão todos os cursos, desde aqueles obrigatórios para certificações e liderança, até educação financeira, organização do orçamento familiar, como fazer investimentos básicos e avançados, como planejar a aposentadoria e como gastar conscientemente. "Temos cerca de 14 mil funcionários e no primeiro semestre deste ano tivemos 5,5 mil acessos nessa plataforma", diz. Em parceria com a Fundação Getulio Vargas - FGV On-line, a Icatu criou uma série de outros cursos gratuitos.

Essa notícia foi publicada no site Valor Econômico, em 28/07/2016

Notícias relacionadas: 

Cresce demanda por programas de educação financeira

Empresa estimula a educação financeira entre os talentos

Educação financeira pode melhorar rendimento de funcionários

 

Comentários

X

Receba as principais atualizações do Portal Huma

Fique por dentro das novidades da área de gestão de pessoas. Assine a newsletter do Portal Huma e receba as principais informações da semana!

Enviar

https://www.lg.com.br/